I PDC PUPA Permacultura

Lista dos Selecionados para o I PDC Popular de São José dos Campos

Agradecemos a inscrição de todos, tantas pessoas bacanas, foi um desafio selecionar as pessoas. De qualquer forma estamos abertos a compartilhar e receber no nosso espaço quem se interessar. Segue anexo a lista dos selecionados com o valor de inscrição e lista de espera.

Valor Fraterno:

Marina Oliveira de Souza Dias
Luciana de Souza Soler
Júlia Camargo Cruz
Renata Fontes Leite
Dina teresa ramos de oliveira
João Gabriel Cursino Baranov
Fernanda Baldo dos Santos
Igor Almeida

 

Valor Real:

Wagner Barbosa de Carvalho
Bianca Minink Villa
Mário Sérgio Soléo Scalambrino
Symone de Castro Dagmar
Tabatha Benitz
Ivy Frizo de Melo
Lívia Maria Ferreira Pimentel
FLAVIO AUGUSTO VASCONCELOS
Lara Aparecida Machado de Almeida
Isabela Monteiro de Faria
Carlos Alberto Correa Moro
André Coelho Braga

Na espera:

Juliane Maria da Silva Ferreira
JULIANA FORASTIERI
Talita Grigorini da Silva Meireles
Jane Delane Verona
carolina marini
Elisa Xavier Costa Alves
Thaiza Cristina do Carmo Pedroso

 

Valor Social:

iracy mara de Araújo ar
Augusto Aneas
Rafael de Aguiar Costa
Camila Cristina de Oliveira Silva
bianca oliveira andré
Samir Luna de Almeida
Harryson Roberto Oliveira
Jaqueline Endo
Mateus Silvério
Andre Santiago

Na espera:

Gabrielle Maria Camargo Soldera
Lis Soares Pereira
Sílvia Moraes Gandolpho
Renato Gasperini Po
Holly Josephs
Viviane Arice Nagata
Anna Beatriz Silva de Almeida
Waldyr Cagliari Neto
Melannie Schisler
Melissa Ferreira Carpes
Gustavo Palomo Camargo
Kendrick Manymules
Isa Mariah Alves Silva

 

Isenção:

Fernanda Tavares de Jesus Martins
Lucas Paixao F de Jesus
Iracema Mendes da Silva

Na espera:

Mariana Pimentel Pereira
Thiago de Castro Rabelo
Maria Rita Dominici Santos
Carla Albino Silva
Laíssa Pacheco de Oliveira
Robson Teixeira Sodré Viana
Ana Cristina de Freitas
MONICA CRISTINA DE JESUS
Patrícia Harume Fukuda Cursino
Ana Carolina da Silva Oliveira

 

I PDC POPULAR SÃO JOSÉ DOS CAMPOS – PUPA PERMACULTURA

A PERMACULTURA

Oriunda da conjugação das palavras permanent e culture, a Permacultura visa uma “cultura da permanência” do ser humano em harmonia com o meio ambiente no qual está inserido. Como conceituada por Bill Mollison, um dos australianos idealizadores da Permacultura, ela:

“… é o planejamento e a manutenção conscientes de ecossistemas agriculturalmente produtivos, que tenham a diversidade, estabilidade e resistência dos ecossistemas naturais. É a integração harmoniosa das pessoas e a paisagem, provendo alimento, energia, abrigo e outras necessidades, materiais ou não, de forma sustentável. A filosofia por trás da Permacultura visa trabalhar com a Natureza, e não contra ela. É um trabalho de observação do mundo natural, com conclusões transferidas para o ambiente planejado.”

Assim, além de uma filosofia que objetiva a criação de assentamentos humanos sustentáveis, a Permacultura consiste de um método de design fundamentado em princípios éticos de cuidado com a terra, cuidado com as pessoas e partilha justa.

O CURSO

O Curso de Design em Permacultura (PDC, do inglês Permaculture Design Course), oferecido mundialmente, toma como base o currículo elaborado por Bill Mollison. O curso é uma imersão prática nos conceitos e princípios do planejamento de sistemas sustentáveis para a cultura da permanência. Envolve exposições teóricas e exercícios de aprofundamento prático. Os participantes executam a análise e o design de uma propriedade a partir dos fundamentos aprendidos. São 72 horas básicas que compõe o currículo e foram determinadas no programa oficial da Permacultura. Neste PDC em especial, teremos 80 horas de curso, onde serão adicionados conceitos relativos ao contexto local, com ênfase em especificidades sociais e culturais do Brasil.

Os conteúdos abordados no curso incluem: introdução à Permacultura – definição e implicações, história e contexto atual no Brasil e no mundo; a ética da Permacultura; a Permacultura na paisagem e na sociedade; ciência e conhecimento ancestral; princípios dos ecossistemas naturais no design; conceitos ecológicos de recursos, produtividade, ciclos e nichos, diversidade, estabilidade, complexidade, conexões e funções; metodologia do design: análise da paisagem e dos elementos, setorização e zoneamento; padrões naturais; climas e microclimas; ecologia aplicada à produção de alimentos; técnicas de cultivo; sistemas agroflorestais; água: definição, características e propriedades; tratamento de efluentes; redução de uso; sistematização da água, tecnologias apropriadas para armazenamento, transporte e aquecimento; aquicultura; solos: estrutura, nutrientes e elementos, composição e microbiologia; erosão e reabilitação; sistemas com animais; compostagem e minhocários; arquitetura apropriada e habitações sustentáveis; arquitetura bioclimática; energia solar passiva; modelos alternativos de geração de energia elétrica; organização social; assentamentos e comunidades; sistemas econômicos alternativos; relações interpessoais.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES 

O PDC acontecerá em São José dos Campos, na sede do Coletivo PUPA Permacultura, e está sendo construído coletivamente pelo PUPA, Grupo Curare de Permacultura (de Botucatu-SP) e Associação Veracidade (de São Carlos-SP).
O Grupo Curare já realiza PDC’s há 8 anos em Botucatu, sendo que em julho de 2015 foi realizado o primeiro PDC Popular de São Carlos, o PDC CuraCidade, em parceria com a Associação Veracidade. Do encontro desses 3 grupos do interior de São Paulo, resulta agora a realização deste tão sonhado curso, o primeiro PDC Popular de São José dos Campos!
Trazer um PDC para São José, uma cidade estratégica e com grande potencial transformador, é para nós do coletivo PUPA uma conquista, um grande passo que estamos dando coletivamente, com todos vocês, rumo a um futuro melhor, para um “estar” na Terra mais consciente e sustentável.

O PDC será realizado entre os dias 22 e 31 de julho de 2016, com atividades localizadas basicamente no espaço do PUPA e visitas à outros locais de referência em sustentabilidade.

Para que o curso ocorra da melhor maneira possível, é importante que todos os interessados tenham ciência de algumas metodologias, atitudes e princípios que o norteiam:

– O espaço PUPA Permacultura fica dentro da Associação Cristã Estância de Luz – ACEL, que é uma organização sem fins lucrativos, cujos principais projetos são uma creche pública, com 20 anos de existência, que atende mais de 200 crianças da comunidade, um núcleo de Terapias, com tratamentos como acupuntura, reiki, best; além de um grupo de gestantes com mais de 5 anos de atuação, uma Fraternidade Espírita e o PUPA. O Coletivo PUPA Permacultura é um grupo de organização horizontal, um projeto autônomo perante a ACEL, que tem algumas ações sociais como uma Biblioteca Comunitária, que faz parte da Estação Cultural Caboclinho Comum, com oficinas culturais abertas para a comunidade; e uma Estação Experimental de Agroecologia, onde residem alguns membros do coletivo que se dedicam a recuperação agroecológica do solo, plantio agroecológico em parceria com produtores locais e estruturação de um espaço educativo de referência em sustentabilidade.

– Convidamos a todos para uma imersão de 10 dias sem o uso de bebidas alcoólicas e outras substâncias, que possamos nos abrir para outras possibilidades de interação sem a mediação destas. O uso de substâncias ilícitas no local é expressamente proibido.

– Nossos grupos buscam oferecer o PDC completo, atentos a todo o conteúdo previsto e sem prejudicar quaisquer atividades teóricas e práticas. Acreditamos na importância e no potencial libertador da Permacultura, objetivando popularizá-la e possibilitar que pessoas que não conseguiriam arcar com as despesas de um curso deste tipo consigam realizá-lo. Além disso, primamos pela remuneração adequada dos instrutores, equipe de apoio e outras pessoas que auxiliam na organização do curso, por entender que essas funções devem ser valorizadas.

– Além de buscarmos parcerias e patrocínios, nós do Coletivo PUPA contaremos com uma campanha de arrecadação de fundos, no modelo “crowdfunding” para minimizar o custo de alimentação durante os dias do curso, além de outros gastos da equipe organizadora que podem ser abatidos dessa verba. Tudo isso para proporcionar a todos um curso mais acessível. Contamos com a colaboração de vocês na promoção dessa campanha!

Utilizamos o conceito de preço associativo, no qual a pessoa interessada em participar pode escolher qual a taxa de inscrição a ser paga por ela de acordo com sua realidade financeira.
Compreendendo isso, os valores de inscrição são:
Valor social R$400,00; Valor real R$550,00; Valor fraterno R$750,00; Outro valor – mais que R$ 750,00

Os custos com alimentação durante os 10 dias de curso não estão inclusos nesse valor e serão rateados ao final do curso, de acordo com o sucesso da campanha. Estimamos um custo de R$ 180,00/ pessoa para 10 dias de curso, no caso da campanha atingir sua meta, o custo será integralmente abatido, ou seja, custo zero de alimentação para todos.

O “valor social” representa, para nós, o objetivo dos grupos de ampliar o alcance da Permacultura, sendo mais acessível. O “valor real” custeia as necessidades básicas para a realização de um curso de 10 dias, nas condições em que nos encontramos, para 33 participantes, sendo 3 bolsistas integrais. O “valor fraterno” e a opção “outro valor”, por sua vez, é para aquele que pode contribuir com mais e, assim, viabiliza que participantes possam acessar o curso através do valor social e contribui com o grupo no que se refere à aquisição de materiais e ferramentas para aulas teóricas e práticas.

__________________________________________________________

GASTOS PARA A REALIZAÇÃO DO CURSO
Instrutores: R$ 6.140,00 (hora/aula R$ 80 + práticas)
Alojamento: R$ 1.500,00 (R$ 5/dia/pessoa)
Grupo de apoio: R$ 1.800,00
Coffee-Breaks: R$1.350,00
Preparo das refeições** (culinarista + auxiliar): R$3.000,00
Combustível: R$1.800,00
Visita: R$300,00 (R$10/pessoa)
Alimentos (café da manhã, almoço e janta dos 10 dias): R$ 5.400,00 (180,00/pessoa)
Materiais (papelaria e práticas): R$600

**A alimentação será natural e vegetariana.
___________________________________________________________

– O curso será aberto a 33 participantes, sendo que, destes, 3 serão isentos do pagamento da taxa da inscrição. Para tal, os mesmos devem apresentar impossibilidade financeira em arcar com as despesas do curso e demonstrar seu envolvimento em movimentos sociais e ambientais populares.

– Caso consigamos mais patrocinadores até o momento da realização do curso, esse montante será igualitariamente devolvido aos participantes no último dia de curso.

– Todos os participantes do curso também são responsáveis pelo bom funcionamento do alojamento, do local das refeições e dos demais locais que utilizamos. Acreditamos que, assim, colocamos em prática os ensinamentos que vamos construindo ao longo do curso (trabalhando sempre com o cuidado com as pessoas e com a terra). Trabalhamos em mutirões, que são responsáveis pela limpeza, alimentação, animação… (Pode assustar um pouco no começo, mas é divertido!).

– As inscrições vão do dia 25 de maio até a meia noite do dia 19 de junho. A seleção dos candidatos, de acordo com as informações contidas nessa ficha, será feita e divulgada [por e-mail pessoal e lista na página do curso (https://pupapermacultura.wordpress.com), até o dia 24 de junho. Após isso, os candidatos selecionados terão até o dia 28 de junho, para EFETUAR O PAGAMENTO de, pelo menos, 50% da inscrição. Caso isso não seja feito, a vaga será repassada para outra pessoa.

No caso de preferir o pagamento em 2 vezes, de acordo com o valor que foi escolhido no ato da inscrição:
– Valor Social: 1ª parcela = 200 reais
– Valor Real: 1ª parcela = 225 reais
– Valor Fraterno: 1ª parcela = 375 reais
– Outro Valor: 1ª parcela = 1/2 do valor
A segunda parcela, de mesmo valor, deverá ser paga no primeiro dia de curso.
– Em caso de desistência, haverá a devolução do dinheiro da seguinte maneira: até 10/07 – 50% do valor; de 10/07 a 22/07, não haverá devolução. Porém, caso consigamos outra pessoa a tempo para ocupar a vaga, devolveremos integralmente seu dinheiro.

– Não é possível repassar a vaga para algum conhecido, pois sempre há pessoas na lista de espera.

– Para que o participante receba o certificado do Curso de Design em Permacultura, é necessário que haja 100% de presença, pois julgamos que as aulas são interdependentes e essenciais para a construção do aprendizado.

– Agradecemos aos parceiros Associação Veracidade e Grupo Curare de Permacultura.
– Em caso de dúvidas, entre em contato: pupa.pdc@gmail.com

Atenciosamente, PUPA Permacultura.

 

Anúncios